CORDEIRO de ITIÚBA
Consulte antes um POETA
Capa Meu Diário Textos Fotos Perfil Livro de Visitas Contato
PAPÉIS (OU UMA
HOMENAGEM À D MOCINHA)


Há sobre a minha mesa
Um notebook usado
Velhos cadernos, alguns papéis
E o retrato da HELÔ CORDEIRO
Que tem o papel de me manter
Amando a DEUS, a ela e à vida
Além de ser o papel de parede
Dos meus olhos cansados e tristes


Com d Mocinha, que DEUS, levou ontem
Não tirei, nem tenho, nenhum retrato
Nem daqueles de papel
"Não gosto dessas inventivas"
Mas teve papel relevante
Na história da minha vida
E na vida de muitas pessoas
Que fizeram parte da sua vida

O meu papel a partir de hoje, é pedir
A DEUS, que é quem faz esse papel
Que dê a ela no Céu, um lugar de conforto
E que conforte toda a família
E conforte a mim também
Pois fiquei MUITO TRISTE

S. Paulo, 13/05/2020

 
CORDEIRO de ITIÚBA
Enviado por CORDEIRO de ITIÚBA em 13/05/2020
Comentários