CORDEIRO de ITIÚBA
Consulte antes um POETA
Capa Meu Diário Textos Fotos Perfil Livro de Visitas Contato
CEM PALAVRAS
 
Sem palavras
É assim que se sente o poeta
Ele, que precisa de cem palavras
Apenas cem palavras!
Pra confessar sua paixão pela poesia

Mas a poesia é ingrata
Com quem escreve, e com quem lê
Mais com quem lê
Porque eu, estou escrevendo
Sem poesia, sem preocupação literária
Apenas e simplesmente
Pelo capricho proposital
De fechar um poema com cem palavras

Mas, deixo aqui, minha solidariedade
A você paciente leitor, que está
Me honrando com sua leitura


Solidariedade e desculpas!

Encerro este texto, que
Em nenhum lugar seria considerado poema
Convidando o nobre leitor
A visitar o meu site

S. Paulo, 30/10/2019

cordeiropoeta.net

 
CORDEIRO de ITIÚBA
Enviado por CORDEIRO de ITIÚBA em 06/04/2020
Comentários