CORDEIRO de ITIÚBA
Consulte antes um POETA
CapaCapa Meu DiárioMeu Diário Textos FotosFotos PerfilPerfil Livro de VisitasLivro de Visitas ContatoContato

 
 
 

Não importa
Onde você mora
Agora, próximo à eleição
Você ganha a afeição
De tudo que é candidato

Donos de fino tato
Ignorando seus trapos
Com afeto lhe abraçam
Demagogos, disfarçam
A aversão à pobreza
Com destreza e doçura
Lhe tratam pelo nome
Até dão um número
De telefone, que logo
Após o pleito
Apresenta o defeito, de
Não receber chamadas

E como num conto
De fadas, num teatro
Fecham-se as cortinas
Você se recolhe
À sua insignificância
Ao anonimato. E só vai
Reaparecer...
No próximo ATO! Digo

Na próxima campanha

S. Paulo, 24/09/2018

www.cordeiropoeta.net




 
CORDEIRO de ITIÚBA
Enviado por CORDEIRO de ITIÚBA em 05/03/2019
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários