CORDEIRO de ITIÚBA
Consulte antes um POETA
CapaCapa Meu DiárioMeu Diário Textos FotosFotos PerfilPerfil Livro de VisitasLivro de Visitas ContatoContato


Na rua só eu. E eu nem
Sabia que rua era aquela
Mas ela tinha sobre mim
Esse poder, de
De vez em quando
Me deixar areado, tonto
Inconsciente, às vezes
Até que, consciente
De uma vez por todas
Resolvi trocá-la!

E a minha bebida passou
A ser apenas suco, chá
E água. ARGH!!!!!!



S. Paulo, 29/11/2018
 
CORDEIRO de ITIÚBA
Enviado por CORDEIRO de ITIÚBA em 05/03/2019
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários