CORDEIRO de ITIÚBA
Consulte antes um POETA
CapaCapa Meu DiárioMeu Diário Textos FotosFotos PerfilPerfil Livro de VisitasLivro de Visitas ContatoContato

SERRA DOS MACACOS
 
O meu sonho
Pra esta noite, seria sonhar
Com a serra dos macacos
E sua vegetação peculiar
Com a qual eu convivi
Na minha infância
Na minha ITIÚBA
 
O típico sonho verde
 
As bananeiras
Laranjeiras, jambeiros...
A minha mangueira
Ainda sem frutos, mas
Com uma sombra fresquinha
Regada por uma grota
De agua transparente e doce
 
Foi ali onde aprendi
Minhas primeiras lições
De amor
 
Ali, sem nenhum amor
O atual proprietário
Com seu machado selvagem
Pôs fim ao meu sonho  
 
Por isso hoje não sonho
Aliás, nem durmo, porque
Me ponho a lembrar
Como ela era, como era lá
Na minha serra dos macacos
 
S. Paulo, 04/04/2018
www.cordeiropoeta.net
 
CORDEIRO de ITIÚBA
Enviado por CORDEIRO de ITIÚBA em 30/07/2018
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários