CORDEIRO de ITIÚBA
Consulte antes um POETA
CapaCapa Meu DiárioMeu Diário Textos FotosFotos PerfilPerfil Livro de VisitasLivro de Visitas ContatoContato

 

 
A SERRA BONITA SEM BONITEZA


Depois
De algum tempo ausente
Voltar à minha terra
Na ausência de chuva
Enche meus olhos d’água
Porque o caldeirão das cabras
Sem água, não é tão bonito
Nem a serra bonita tão vistosa

Mas abraçar meu pai
E beijar suas mãos
(Magras e belas), supriu
Todas as carências
De qualquer coisa

S. Paulo, 28/06/2018

www.cordeiropoeta.net

 
CORDEIRO de ITIÚBA
Enviado por CORDEIRO de ITIÚBA em 30/07/2018
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários