CORDEIRO de ITIÚBA
Consulte antes um POETA
CapaCapa Meu DiárioMeu Diário Textos FotosFotos PerfilPerfil Livro de VisitasLivro de Visitas ContatoContato

DEFESA
 
Sei que perdi a razão
Meritíssimo
Mas quem com ciúme
Têm razão?
 
O ciúme mata
Mas o ciumento, esse
Mata de verdade
Pra não morrer de ciúmes
Matei
Matei a quem estava fazendo
O ciúme me matar
 
S. Paulo, 18/04/2018
www.cordeiropoeta.net
 
CORDEIRO de ITIÚBA
Enviado por CORDEIRO de ITIÚBA em 19/05/2018
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários