CORDEIRO de ITIÚBA
Consulte antes um POETA
CapaCapa Meu DiárioMeu Diário Textos FotosFotos PerfilPerfil Livro de VisitasLivro de Visitas ContatoContato

ESCONDE, ESCONDE
 
 
Queria era reaprender
A brincar
Só pra brincar
Com a minha filha
 
Brincar
Como todo pai brinca
Brincar de escolinha
De cavalinho, de esconde
Esconde...
 
Principalmente de esconde
Esconde, sabe? Só
Pra me esconder do tempo
Que eu pensava que
Não tinha tempo
E não brincava com ela
 
 
S. Paulo, 27/10/2016
www.cordeiropoeta.net
 
CORDEIRO de ITIÚBA
Enviado por CORDEIRO de ITIÚBA em 02/12/2016
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários